EXPOSED na INTERNET

por @TatiHalabi

Essa semana, rolando os dedos pelo feed das redes, achei dois casos interessantes que acho que vale uma reflexão.

advanced divider
Nos tempos de Hamlet, a questão era: Be or not to be = ser ou não ser! Eis a questão no mundo de hoje! Be exposed or not to be = ser exposto ou não ser? E vale uma reflexão. Como quebrar o ciclo da dor?

Será que não há outra forma de ser e pensar do que aquela coisa da vingança?

EXPOSED: vale a pena???

Será que não há outra forma de ser e pensar do que aquela coisa da vingança?

Será que a vingança é saborosa? Ou será que ela deixa um gosto amargo na boca e acaba aumentando a sensação de desconforto? Prolongando o sofrimento e gerando mais e mais negatividade.

Será que não seria muito mais fácil e menos doloroso não se contaminar!?

Será que não é mais fácil usar uma máscara para proteger do vírus, mesmo que ela seja desconfortável, do que pegar o vírus e sofrer com o processo da doença?

Ao usar a máscara, no início, é bem chato, desconfortável e não parece natural. Mas aos poucos a gente acostuma e não liga mais. É um desconforto bem menor do que pegar a doença. Sofrer todo o processo da doença, toda a dor e a falta de ar que um vírus pode causar, dependendo da sua compleição física.
Tem hora que penso que pessoas tóxicas funcionam mais ou menos como um vírus. Sua letalidade é invisível, e as vezes nem percebemos que eles estão tão perto. Mas aí, vem ele, com toda a sua carga viral e pode até matar.
romero-britto-exposed

Essa semana refletindo sobre alguns acontecimentos, fiquei pensando….

Será que não seria mais vantajoso usar uma máscara para barrar o vírus e descartá-la quando ela estiver lotada de vírus?

Trazendo essa analogia para outros aspectos da vida e com alguns fatos que observei nas redes essa semana. O primeiro caso foi sobre o artista brasileiro em Miami. Segundo o que foi narrado por quem republicou o video de 2017, ele destratou funcionários num restaurante e por isso a gerente do restaurante foi à loja dele destratá-lo. Ele mereceu? Pode-se pensar num primeiro momento. Mas indo um pouco mais fundo, será que “pagando na mesma moeda” eu não me torno igual a essa pessoa que destrata e se acha no direito de fazer o que bem entende

Claro, a repercussão foi boa. O restaurante ficou conhecido nas redes e provavelmente pode valer a pena. Mas será que a energia negativa dessa triste história não pode ser igual a um vírus que te infecta de uma maneira mais letal?

Uma outra visão sobre o assunto

Outro exemplo foi um post no Linkedin, uma mulher publicou mensagens trocadas com um rapaz que queria sugestões de emprego em troca de uma “boa noite de amor”.

Ela se enfureceu, claro, qual mulher que gosta desse tipo de coisa? Creio que a maioria não gosta. Aí ela arquitetou seu plano de vingança. Colou as mensagens, publicou um texto, para fazer o “exposed”, e está respondendo milhares de mensagens e buscando fazer esse indivíduo sofrer e não conseguir emprego para compensar o sofrimento que ela sofreu. Talvez para dar uma boa lição?

Ela despendeu uma energia enorme na vida dela nessa vingança, gastou um tempo que não volta mais e ainda vai colher toda a negatividade que ele vai mandar para ela por não conseguir um emprego.

E parou para pensar se essa pessoa não tem uma criança para sustentar… e que se o provedor não tiver emprego vai passar necessidade? Ora essa é apenas uma suposição minha. Não conheço pessoalmente os envolvidos.

Mas já parou para pensar?

Tem uma expressão em inglês que eu gosto pela rima e pelo sentido. “Break the chain of pain” – em inglês fica bem legal e significa: “Quebrar a corrente da dor”, o que não rima em português, mas traz um conceito para refletir.

 
 

Nossa vida é tão curta, temos tanto a fazer! Nossa energia deve ser preservada para coisas positivas, construtivas. Não me convenço de que a dor é o melhor processo, apesar de ter 100% de certeza de que a dor é uma ótima professora! O artista vai pensar duas vezes antes de destratar e o rapaz 100 vezes antes de “cantar” uma mulher. Por mais que haja um benefício aí, eu prefiro adotar a máscara. Quando ela se infectar com energia vinda de pessoas negativas eu não deixo entrar pelos meus poros. Eu simplesmente descarto a máscara e sigo a minha vida sem adoecer de raiva, negatividade e sem buscar fazer sofrer quem me fez sofrer ou sem me contaminar de negatividade e contaminar também todos à minha volta.

A negatividade infecta tanto quanto o Covid, é rápida e sorrateira para entrar em nossa corrente sanguínea.

Eu não estou aqui falando o que você deve ou não deve fazer. Se a pessoa está certa ou errada. Não quero aqui julgar e nem fazer um “exposed”. A minha proposta para você é que não aceite simplesmente o meu ponto de vista. Mas a sugestão é que pare e reflita o que é melhor para você, pois o nosso bem mais precioso é o livre arbítrio. Mas outro bem tão precioso quanto é o nosso tempo. Prefiro dedicar o meu tempo para construir, para promover a positividade. Para aprender pelo AMOR e não mais pela DOR!

Pare, pense, reflita antes de agir.

Uma semana de conquistas positivas!

@TatiHalabi

Programa de Equilíbrio Interior

De presente para você, eu coloquei um link para o download do e-book gratuito, com uma rotina de afirmações positivas. Mas antes de baixar, eu quero te contar uma história. Quando menino, Tolstoy, o escritor russo,  e dois amigos montaram um clube. Eles o chamavam de Clube do Urso Polar Branco porque o único requisito de associação era que um garoto tivesse que ficar em um canto por 30 minutos e não pensar em um urso branco. Pesquisadores de memória dizem que todos nós temos um pouco da síndrome do urso branco. Se não acredita em mim, feche os olhos e NÃO pense em um urso branco. Viu? Assim, cuidado com o que busca suprimir da mente, pois isso acaba se fixando mais e mais no seu subconsciente e até no seu sonho. A boa notícia é que você consegue ficar com apenas um pensamento por vez na cabeça, então, a técnica é substituir o pensamento por outro. Segue também o link para o curso Equilibre-se que vai te transformar e ensinar uma nova forma de viver e pensar!

Como Construir um Negócio Online do ZERO!

Abaixo coloco um e-book GRÁTIS! Ele literalmente pode abrir para você as portas de um mundo novo! O universo digital! Há depoimentos de mulheres, como a Ives Lopes que hoje fatura entre 8 e 10 mil reais por mês! É também o caso da Rose J Santos, que após ser demitida e sentindo-se totalmente sem opções, ela fez da derrota uma alavanca, entrou no marketing digital, e sem sair de casa, ela fatura hoje 3 mil reais por mês! Ambas, não conheciam nada desse mundo digital, mas precisavam e queriam mudar! Essa também foi a história da Patrícia Ângelo, que não sabia nada sobre internet, e hoje fatura mais de 5 mil reais por mês! Aqui eu coloco um link para um e-book gratuito, com o passo a passo para criar o seu negócio online a partir do absoluto ZERO! Mesmo que não tenha nenhum conhecimento de internet é possível ter uma renda extra!

Veja a história da Ives Lopes
Veja a história da Patrícia Ângelo
Veja a história da Rose Santos

Faça Seu Negócio Decolar nas Redes Sociais

Se já tem um negócio físico, uma loja de roupas, acessórios, maquiagens, sapatos, roupa infantil. Ou se for uma maquiadora, arquiteta, nutricionista, psicóloga. Seja qual for o seu ramo, produto ou serviço. Se ainda não tem uma presença forte nas redes sociais está correndo um grande risco. Nesse exato momento tem alguém comprando o seu produto ou pesquisando sobre o seu serviço nas redes sociais. E alguém está vendendo online!

Se você ainda não vende online, é hora de se antenar das tendências, antes que seja tarde demais! Antes que o dano seja irrecuperável. Pensando em você, selecionei  uma imersão gratuita e totalmente online em que vai aprender os motivos pelos quais o seu Instagram ou Facebook não tem curtidas, engajamento, mais seguidores e porquê não consegue vender online.

Também vale a pena investir numa rede social que tem um público sólido, fiel,  mas onde a competição por anúncios não é tão grande. Que é o Twitter. Se quer vender online, ainda tem espaço e agora é o momento ideal para aprender um pouco mais sobre marketing nas redes sociais.

Manicure e Maquiagem em casa!

Para nós mulheres, estar bem cuidada é uma questão de saúde! Isso os homens nunca vão entender. Que a nossa sanidade mental, passa por uma unha bem feita, um cabelo sedoso e uma maquiagem de arrasar! Ficamos sim deprimidas se olhamos no espelho e não gostamos da nossa imagem. É terrível, olhar para as unhas e ver as cutículas horrorosas, o esmalte fosco e pela metade! Eu por exemplo, se não faço as unhas, fico o tempo todo mordendo as cutículas, é quase automático! E dar essas mordidinhas nas pelinhas em tempos de pandemia é super perigoso! Quando estudei em Londres, há muitos anos atrás, aprendi a fazer as minhas unhas, e de lá para cá, me aperfeiçoe a cada dia. Como viajo muito, também fico sempre com a minha unha perfeita, pois sei fazer em casa e é importante fazer bem, e não apenas “quebrar um galho”! Também, acho bacana, por questões de saúde, ter o meu kit de manicure! Fazer um curso de manicure é um ótima opção nesse período, não só para você cuidar de suas próprias unhas, mas quem sabe, goste tanto que descubra um novo talento, uma nova fonte de renda! Nesse caso, deixo também um e-book, caso queira levar a sério a profissão de manicure!

Estar com uma aparência descuidada, não só afeta o nosso próprio humor, mas principalmente a forma como somos reconhecidas pelas outras pessoas. Conheço mulheres que pelo fato de sempre estarem com uma excelente aparência, ganharam promoções. E todas nós sabemos! Não há nada que mude mais a aparência da mulher do que uma boa maquiagem. Com os truques de maquiagem, você pode diminuir ou afinar o nariz, eliminar as olheiras, que além de te envelhecem,  te dá aquele ar de cansaço, e aumenta a sua idade em muitos anos! E se ela é bem feita oferece inúmeros recursos, te deixa mais magra, diminui a papada e te dá aquele tom bronzeado saúde! E com a técnica certa, você pode usar as maquiagens que tem em casa mesmo, mas vai parecer uma nova mulher! A Andreia Venturini está com uma excelente promoção para um curso online. 

Aqui no Forum F, buscamos sempre trazer novidades e outras pesquisas científicas reveladoras, como a  matéria sobre a notável mulher, Elizabeth Blackburn que realizou uma série de pesquisas que relacionam o meio que vivemos , as nossas reações diante das adversidades e o resultado disso em nosso corpo. Então, se está sofrendo com uma carreira que não gosta, agora é a sua oportunidade para realizar todos os seus sonhos! 

Fique ligada aqui no Forum F para as outras ótimas dicas para sua saúde, bem estar e carreira!